terça-feira, 8 de janeiro de 2013

RELATIVIDADE


Foi quando seu olhar
mirou, absorto, a janela
que reinventou seu tamanho
e decidiu-se pequeno
ínfimo ou quase nada.

Enorme seria se
vez ou outra
fitasse aquilo que há
na ideia de si mesmo
e quase nunca se vê.